A importância do hidrômetro como instrumento de medição

HomeNOTÍCIASA importância do hidrômetro como instrumento de medição

Um dos principais fatores analisados no gerenciamento do sistema de abastecimento de água é a previsão de consumo e, através dela, é que são elaborados os projetos de captação, tratamento e distribuição da água.

Denominado pelos consumidores de “relógios de água”, os hidrômetros são equipamentos utilizados para a medição do volume de consumo de água de um imóvel.

Para essa previsão de consumo são utilizados os hidrômetros, que permitem não somente conhecer o volume de água consumido, como detectar as perdas de água entre o que é produzido e distribuído: a denominada “micromedição”.

Para a medição ser a mais real possível, a escolha do hidrômetro a ser instalado deve levar em conta o consumo estimado e de acordo com o dimensionamento das instalações hidráulicas do imóvel.
Os sistemas de medição podem ser classificados da seguinte forma:

  • medição coletiva – instalação de apenas um medidor e vários consumidores; o consumo individual não é calculado, apenas estimado;
  • medição individual – instalação de um medidor para cada consumidor. Para conhecimento do consumidor, é importante orientar sobre a forma de cobrança denominada “rateio”.

No sistema de medição coletiva, como nos condomínios onde há apenas um medidor instalado, o consumo individual é cobrado na forma de rateio em partes iguais: o valor da conta geral é dividida entre todos os condôminos, que pagam exatamente o mesmo valor, independente do volume de água consumido individualmente.

Na elaboração dos projetos de micromedição é considerado o atendimento a algumas normas, inclusive com relação aos hidrômetros. A Portaria nº 29 de 1994 do INMETRO determinou que os hidrômetros de vazão até 15m3/h para medição e cobrança de água consumida devem ser submetidos a testes de acordo com a “Aprovação de Modelo”, sob supervisão do próprio INMETRO, e posteriormente calibrados. Após esses procedimentos, cada hidrômetro credenciado recebe um lacre de identificação e numeração pelo INMETRO atestando, assim, a garantia de sua qualidade.

Todos os hidrômetros são compostos de:

  • câmara hidráulica – envoltório do circuito eletrônico por onde passa o fluxo de água
  • circuito eletrônico – medição da vazão, em m3

O modelo de hidrômetro comumente usado, devido à facilidade de sua instalação, é o tipo volumétrico e o seu circuito eletrônico pode ser demonstrado na figura abaixo:

[N|Solid]

O disco indicador de volume em movimento indica que está havendo passagem de água. Uma volta completa do marcado 1 indica que houve o consumo de 1 Litro; uma volta completa no indicador 2 indica que houve o consumo de 10 Litros. Os números em vermelho registram o consumo a cada 100 e 10 litros e os números em preto registram o consumo em m3.

Caso o consumidor queira fazer o cálculo do seu consumo naquele momento, basta subtrair a leitura atual (indicada pelos números pretos) da leitura apontada na última conta recebida e terá o resultado em m3. Porém, como todo instrumento de medição, um hidrômetro pode apresentar erro de cálculo em função de fatores como desgaste, envelhecimento, instalação ou dimensionamento inadequados.

Por isso, qualquer anormalidade identificada pelo consumidor deve ser comunicada imediatamente à companhia de abastecimento para que envie um técnico responsável para avaliação e reparo, evitando, inclusive, cobrança indevida de consumo de água.

  • Capa (24,7 KB)
  • Hidrometromat (49,4 KB)
Segunda via SEGUNDA VIA
Serviços CONSULTA DE SERVIÇOS
Serviços ENTENDA SUA FATURA
Serviços CONSULTA POR SMS